O fado em mim

Novembro 23, 2006

80_reinaldo-rodriguesc.jpg
Foto: Reinaldo Rodrigues

Aldina Duarte“Canção a Meia Voz”
Para escutar AQUI

Solene, esse pico em que a palavra atravessa o acorde assim: rente ao nervo. Acordado o nervo. Serenado o nervo. Brando e manso. Como a espuma. Como o indelével fio de nylon que guia cada coisa ao seu sentido.

Anúncios

2 Respostas to “O fado em mim”

  1. M. Says:

    Sempre que a leio ( e leio-a todos os dias!) fico com a sensação que já a li anteriormente. Responda só se quiser: por acaso já teve algum blog antes deste, há bastante tempo atrás? A sua escrita é muito carismática e lembra-me sempre a autora de um blog que eu venerava mas que desapareceu de repente sem deixar rasto…
    Seja como for: PARABÉNS!!!… A sua escrita tem qualquer coisa de magnífico. Bem haja por partilhar! Se por acaso for quem me parece reconhecer, por favor, não volte a desaparecer da blogoesfera!!!! CONTINUE.


  2. No dia em que desprender o que escreve dessa dor infinita que não a larga, a sua escrita magnífica (concordo inteiramente com a leitora M.!…) ganhará ainda mais esplendor. Este post é só um sumário exemplo disso.

    Tenha um bom dia!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: