Citando de cor | Fundos sentidos que se pressentem

Novembro 13, 2006

A manhã principia envolta em nevoeiro. Depois tudo retorna à luz que clareia. E fico eu a pensar no imenso privilégio que é o reconhecimento entre iguais.

Com a devida vénia à Meg, do SubRosa, cujas palavras que me escreveu só li hoje cedo, e que foram assim como uma coisa muito boa de se ouvir. Grata, Meg!

aspas_azuis21.jpg Só que coração meu podia mais. O corpo não traslada, mas muito sabe, adivinha se não entende. Perto de muita água, tudo é feliz.
Guimarães Rosa

aspas_azuis21.jpg Pela hora do meio-dia, com a maré, A Ilha Desconhecida fez-se enfim ao mar, à procura de si mesma.
José Saramago

aspas_azuis21.jpg Entre mim e mim há vastidões bastantes para a navegação dos meus desejos afligidos.
Cecília Meireles

* um grato abraço amigo também aos blogs de Aldina Duarte e Aliki.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: