Momento IV | Bonus extra

Novembro 7, 2006

… Reprise dedicado a ti,  que te ausentaste justamente  na hora H e não estavas aqui no momento certo! 

Chico Buarque“Ela é dançarina”
(Show Carioca – 2006)

aspas_azuis214.jpg  O nosso amor é tão bom
O horário é que nunca combina
Eu sou funcionário
Ela é dançarina
Quando pego o ponto
Ela termina

Ou: quando abro o guichê
É quando ela abaixa a cortina
Eu sou funcionário
Ela é dançarina

No álbum Uma Palavra, em 1981, lê-se assim: «Eu quero dormir e ela precisa dançar». Invertendo os papéis: você é funcionário e eu sou dançarina. E fica perfeito o retrato: igual, eu diria!… Papel químico: decalque fiel. Eis o porquê! Aqui, o diagnóstico! Não deverias, pois, Querida, ter escolhido justamente aquele instante para te ausentares, mesmo que por breves minutos. A pontaria foi-te fatal porque perdeste precisamente o momento da revelação da fórmula mágica para solucionar a “coisa”. Por sorte sobrei eu e como estava atenta posso contar-te. Segundo ele, segundo o poeta, segundo o cantor, ainda que seja assim, esse eterno e permanente desencontro “descasado” –  e a fazer fé na intuição e na ciência do artista –  nem tudo está perdido, Querida!… Anima-te, vá lá. Se tudo correr bem:   «No ano dois mil e um / se juntares algum / pedes uma licença / E a dançarina, enfim / Já te jurou / que faz o show / só pra ti!…»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: