Archive for Agosto, 2006

Amo quando Portugal é um local de calor!

Agosto 30, 2006

A temperatura da água do mar, na costa Algarvia, ronda os 24º. A humidade do ar está nos 40%. O Sol está a nascer às 7h 04m e o crepúsculo acontece às 20h 10m. Hoje o dia vai durar 13h e 03 minutos. Amanhã será 2 minutos e 16 segundos mais curto. A Lua está em Quarto Crescente. Estará cheia no próximo dia 7, mas por enquanto tem 35% da superfície iluminada.

Hoje a primeira preia-mar foi às 6h 51m e a próxima acontecerá às 19h 04m. O vento continua a soprar vagamente de sudoeste, por isso começou a entrar uma pequena ondulação na costa e imagino que o calor continue a aumentar e que a água do mar aqueça ainda mais um pouco

Fashion | O incrível mundo da 9ª Maravilha do Mundo

Agosto 30, 2006

Minha gente, vão-me perdoar a obsessão no tema, mas é que pesquisando daqui, investigando dali, para arranjar um jeito de comprar as minhas desejadas Havaianas Snake, bati de frente com mais um anúncio genial da AlmapBBDO. No caso, este destina-se a divulgar as Havaianas Top na Australia, junto dos frequentadores dos points de surf do país.

Simplesmente linda, a imagem da campanha!
É impressionante como é possível continuar a trabalhar com génio e criatividade em cima da invenção mais genial e criativa do mundo contemporâneo!… Com a devida vénia: a criação pertence a Marcus Medeiros e Wilson Mateos e a direcção tem a assinatura de Marcello Serpa.

Fashion | ‘Mamãe, eu queroooooo!’

Agosto 30, 2006

snake.gif

Anúncio criado pela AlmapBBDO (a agência exporta, aliás, campanhas de Havaianas para mais de 37 países) para as Havaianas Snake, exclusivas para o mercado da Austrália. O anúncio será publicado nas revistas Cosmo, Frankie, Ralph e Stab, sendo dirigido às mulheres entre 18 e 30 anos “super-ligadas” na moda.

Gente, são iguaizinhas a umas que tive e ainda guardo, apesar de super-gastas, com a diferença que as anteriores eram da O’neill!… Presente da Filha do General que achou que eram a minha cara. Não se enganou: acertou em cheio! Tchiii, eu amava essas havaianas… Tanto que me encho de nostalgia a olhar o novo lançamento de um modelo igual e dou comigo a indagar desesperadamente se tem alguém viajando para a Austrália nos próximos dias. É porque… ‘Mamãe, eu queroooooo!’ URGENTE uma dessas aí!

Viagens | ‘Aquele abraço’… no topo do mundo

Agosto 28, 2006

258229-topo-rio-de-janeiro-1.jpg
Foto: Rio de Janeiro… Cidade maravilhosa cheia de encantos mil

Viagens | Dias coloridos num bairro de Lego

Agosto 28, 2006


Foto: ‘La Boca’ – Buenos Aires (Argentina)

Gente, agora reparo que, ultimamente esse blog está quase transformado numa espécie de travelblog!!… E daí?! – penso logo em seguida. As coisas são sempre um reflexo nosso e que bom que esse reflexo, nos tempos que correm, devolve imagens de percursos e itinerários, imagens de caminhos e deambulações. Qualquer antítese da estagnação é sempre um óptimo sinal, não é assim?! Parar é morrer. Continuar parado é uma espera de onde nada ressuscita jamais, e acontece que tem muita vida, demasiada vida por viver, espalhada pela face da Terra.

s’imbora, então!

Chatterbox | Acerca do ‘sumiço da santa’

Agosto 28, 2006

Secção | Correio do Leitor 

Não planear é condição primária para o sabor das coisas. Confiar. Estar disponível. Aproveitar a vida. Aceitar as coisas que vêm. Deixar fluir os ímpetos e seguir cada impulso. Amanhã se vê,, melhor não pode ser!… Há coisa melhor do que seguir o coração? Há lá coisa melhor do que poder fazer o que se quer? Há lá coisa melhor do que ser livre?… Assim têm sido os dias. Por isso a ausência um pouco prolongada aqui do blog, pela qual peço mil desculpas sem nenhuma culpa. A todos os que têm enviado emails, preocupados com o aparente sumiço, passo fugaz para dizer que está tudo bem. Tudo muito, muito bem, felizmente. Ando gozando umas merecidas semanas de férias que me têm levado por países e lugares que não planeei e para onde estava longe de supor que viria a viajar se acaso me perguntassem, há semanas atrás.

A vida é realmente muito engraçada. O Mundo é, na verdade, muito louco.

Fashion | Hiper-cool, Meninas!… Olha só!

Agosto 26, 2006

longtankpinkwithwhitezipper1.jpgT-Shirt para fazer ginástica com iPod encorporado. Em Manhattan, a gente já saía para as nossas caminhadas de manhã cedo ou ao entardecer com um desses. Tãi giras, nós!… A linha Lara Croft sempre nos foi muito, muito bem!

‘Mamãe, eu queroooooo!’

Agosto 22, 2006

O negócio da Ausländer é camiseta. Uma mais bacana que a outra. Criada pelos designers cariocas Ricardo Bräutigam e Pedro Cardoso, é a marca mais badalada do Rio. Sobretudo agora, que os rapazes abriram uma loja lindinha na galeria Ipanema Secreta, na Praça Nossa Senhora da Paz. Com fachada de tijolos, o lugar lembra uma casa londrina e merece uma visita em breve. O estilo das camisetas é meio Abercrombie, marca americana que ganhou fama com suas camisetas-descoloradas-para-usar-toda-hora.O charme especial da Ausländer, no entanto, fica por conta de conseguir ‘abrasileirar’ a história, como na divertida estampa que brinca com a autêntica caipirinha ou numa outra que homenageia o logotipo da Padaria Ipanema, vizinha da nova loja. Tudo confortável, feito com malha de algodão molinha em versões femininas e masculinas.

E o melhor é que os modelos são quase exclusivos, pois a produção é pequena. Ou seja, ninguém vai andar por aí de uniforme! Apesar do nome gringo, que significa “o que vem de fora” ou “estrangeiro”, em alemão, as camisetas têm toda a ginga das coisas do Brasil e fazem sucesso também no exterior. Estão em Paris, Nova York e outras cidades de Portugal e Austrália.

Loja Aüslander
Morada: Rua Visconde de Pirajá, 371, 205 – Ipanema
Telefone: (21) 2227-4147
Website: AQUI

Viagens | When in Rio you’ll want to be a ‘Carioca’

Agosto 22, 2006

Não importa a que propósito. Acreditem em mim: tem tudo a ver e nunca veio mais a propósito… a verdade é que o Rio de Janeiro, definitivamente, está no meu caminho e, nem por acaso, parece que ultimamente só esbarro em achados que, de uma forma ou de outra, sempre estão relacionados com a Cidade Maravilhosa.

Este é um deles: How to be a Carioca, um guia delicioso e super-divertido para quem está ou tem viagem marcada para passar uns dias no Rio de Janeiro. Antes de investir os “eurinhos” na compra, leia um excerto AQUI. Você vai se apaixonar e perceber que o preço de capa é quase nada, pois esse livro é um verdadeiro manual de sobrevivência, um autêntico passaporte para adquirir outra identidade, outra nacionalidade, outra alma, outra pele, outro passado, um novo horizonte, outra “tudo”!! … quando chegar à última página você tem a sensação que nasceu na Cidade Abençoada por Deus e lá morou a vida inteira. É certinho.

(…)

Leio esta genial crónica de viagens, «Caipirinha Nights: An American in Rio», de Matthew Polly, na secção Well-traveled: dispatches from the front line of travel da Slate Magazine. A aventura vem descrita em cinco capítulos, com uma acuidade e perpicácia deveras interessantes e momentos de escrita, circunstância e observação crítica verdadeiramente hilariantes.


«Even on a workday in the winter, Cariocas find time to hit the beach.»

Viagens | Porque hoje, sem querer, lembrei-me de Caraíva…

Agosto 18, 2006

47_cara2.jpg
Fotos: Lelo Jachimowicz – Caraíva (Bahia)

47_cara9.jpg 47_cara16.jpg
47_cara14.jpg 47_cara1.jpg

Hoje, olhando mapas e destinos, não interessa a que propósito ou com que finalidade, veio-me à cabeça Caraíva. É nestas coisas que ainda me sucedem, invadem e assaltam sem querer que percebo o quanto ainda estou ligada a ti, o quanto há ainda para superar, esquecer, perder, desaparecer. E, da mesma forma que me lembro, vêm-me de novo todas as coisas amputadas, esquecidas, penduradas, passadas a diante, deixadas por fazer e por cumprir, como se afinal nunca tivessem sido assim tão importantes, como se tivessem deixado de interessar, como se (afinal) nunca tivessem sido a sério, nem para valer. E depois dou comigo a encolher os ombros, a suspirar e a deitar para trás das costas, a pôr de lado e a já nem querer saber. É nestas alturas (também) que eu percebo o quanto já nada há a fazer: é que (por essas e outras) tornou-se demasiado o meu desencanto. Já não quero, já não gosto, já não aceitaria nem que viesse servido em bandeja de prata – como tu nunca mais! E justamente porque, sem eu querer ainda me assalta é que eu sei que há que dar tempo ao tempo e que estou no caminho certo: passar à frente e esquecer. De vez. Porque sim. Graças a Deus. Um dia!… Um dia – já que pelos vistos não pode ser agora (ainda não é agora, ainda não é já, ainda não é hoje) – se Deus quiser, em breve, eu chego lá: hei-de esquecer-me por completo de ti. Porque é justo e a justiça tarda, mas não falha: esquecer-me de ti por completo. Com toda a franqueza e sinceridade de que a minha memória há-de ser capaz.

Caraíva!… Para o Diabo contigo, Querida! Para o Diabo contigo.

Leio | “Lado B – Histórias de Mulheres” – Lúcia Facco

Agosto 17, 2006

30039.jpg aspas_azuis219.jpg  Eu vi. Ou melhor, eu a vi. Vinha andando com um colega, completamente molhada. A roupa colando no corpo, mas isso eu não vi. Eu vi apenas nascendo, nos cabelos curtos lisos e negros, fios de água que escorriam
lentamente pela nuca […].

Histórias sensíveis, inteligentes, subtis, de mulheres que vivem os seus amores por outras mulheres sem culpa nem alarde. AQUI

Leio | “As Heroínas Saem Do Armário” – Lúcia Facco

Agosto 16, 2006

300383.jpg aspas_azuis219.jpg Lúcia Facco, mestre em Literatura Brasileira pela UERJ, analisa cinco romances escritos por e dirigidos a lésbicas. O formato de seu trabalho já
lembra um romance, construído na forma de cartas que a personagem envia a amigas e professores a respeito de sua orientação sexual.

Leitura acessível, apesar de constituir um raro estudo teórico sobre um tema onde ainda imperam as lacunas e o vazio de sistematização literária. AQUI

Leio | “Mangas” – Lúcia Facco

Agosto 16, 2006

aspas  Sentiu a unha enroscar no fio de algodão da toalha que usava para enxugar o rosto. (…) Olhou o fio preso. O nervoso que sentiu a fez puxar o dedo rapidamente, o que agravou a situação e aumentou mais ainda o tamanho da ponta da unha lascada. Sem pensar, usou os incisivos para extirpar não apenas a lasca, mas a unha até o sabugo. Cuspiu o pedaço arrancado na pia e constatou como ficaria ridícula aquela mão com quatro unhas longas e uma no cotoco. Os incisivos entraram em ação novamente e, uma a uma, arrancaram as nove unhas que restavam.

Era sempre assim. Nunca tinha calma para tentar resolver os problemas, por menores que fossem, depois se arrependia. Merda! Podia ter cortado a pontinha e lixado para acertar. Agora suas mãos estavam horríveis.

in DiárioLúcia Facco *

* conto integrante da obra Todos Os Sentidos: Contos Eróticos Por Mulheres, prémio Alejandro Cabassa para melhor livro de contos. Dedicado a Valéria Melki Busin.

Grrrl | Truely, madly, deeply… in love!

Agosto 15, 2006

Lily TomlinJane Wagner: gente, elas estão juntas há 35 anos!!…

Girls | O regresso da dona do bar

Agosto 15, 2006

karinalombard_01.gif

A poderosa Karina Lombard vai regressar ao elenco de The L Word. Recorde-se que para a four season, no ar em 2007, também já foram confirmadas as participações de Marlee Matlin e Cybill Shepherd