Script #2 | Tão antipática a apatia!

Junho 21, 2006

Algures, por onde andaste, pairando por entre o longe e o tempo, engoliste um balão de hélio que insuflou a artéria maior do coração. Contraiste uma jugular, no entretanto, e cresceram-te humores de catavento. E é por isso que tudo em ti é essa oscilação desamparada entre o bom e o menos mau, entre o sabor e a arritmia. E quando o golpe te dá na asa, vindo de direcção contrária, perdes brilho e fome, agastas-te num descaso petulante que te arreganha o sobrolho e o canto da boca, e tudo – absolutamente tudo! -, até o som das sílabas, enquanto falas, tem o dom de me irritar ao ponto do gelo. Como se contemplasse um especto esvaído de toda a tesão que antigamente me erguia do chão e me lançava contra as paredes.

Bem vês, o ácido faz mal ao estômago e, à conta de tantos esgares de enjoo, fazes-me o figado mais impaciente!…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: