Dona Justina Trindade

Junho 19, 2006

dona_justiniana.jpgDona Justina Trindade, tem raízes africanas, mas se instalou no Amapá e é uma apaixonada pelo Brasil. Aliás, dona Justina foi a primeira moradora da Rua Pedro Lazarino a vestir-se de verde e amarelo para receber a Copa desse ano. Logo cedo da manhã ela vestiu sua blusa e sua saia, pôs um chapéu verde — sendo todas as peças feitas em crochê — e foi ao mercantil da esquina comprar um pacote de velas brancas. A promessa veio depois. Acendeu duas velas, uma para Nossa Senhora das Batalhas e outra para Santo Antônio, cuja imagem está sem cabeça. Ela conta que o santo foi achado em uma lixeira e desde que o acolheu em seu oratório nunca deixou de ser atendida em seus pedidos de fé:
— Apesar d’ele não ter cabeça, esse meu santo é muito milagroso! — confidência dona Justina, do alto da sabedoria dos seus 69 anos bem-humorados.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: